sábado, setembro 24, 2016

Elvira Souza Lima - CICLOS DE FORMAÇÃO


CICLOS DE
FORMAÇÃO
uma reorganização do tempo escolar

 edição revista
Inter Alia, 2016
32 páginas
 
"Ciclos de Formação é uma proposta de reformulação da estrutura escolar, que sustenta um processo contínuo constituído pelas atividades de ensino e as atividades necessárias para a aprendizagem, levando, assim, ao desenvolvimento humano de todos os educandos. A proposta de ciclos encerra a tentativa de se organizar um processo de ensino e aprendizagem que se ajuste às características do desenvolvimento humano que é, essencialmente, diverso e que se efetua por idas e vindas até que o educando constitua determinado conceito, entenda e utilize um sistema simbólico, utilize os conceitos formais para a compreensão da vida cotidiana, constitua formas novas de pensamento e se situe eticamente em relação ao conhecimento."
Elvira Souza Lima 


 
 

sexta-feira, agosto 05, 2016

Traçados e Sentidos - Do desenho à letra cursiva com Elvira Souza Lima, 27 de agosto, SP


Traçados e Sentidos -
do desenho à letra cursiva
com Elvira Souza Lima

Dia: 27 de agosto
Local: Espaço Harmonia,
Antonio Camardo, 743, Tatuapé
São Paulo, SP
Horário: 9h às 12h

Valor da ação de formação: R$100,00
R$ 90,00 para  individual com pagamento até 10 de agosto
Desconto de   5% para grupos de  5 pessoas da mesma instituição
Desconto de 10% para grupos de 10 pessoas da mesma instituição

FAÇA SUA INSCRICÃO AQUI





quinta-feira, junho 16, 2016

Elvira Souza Lima - Memória - Todos Podem Aprender a Ler e a Escrever


O papel da memória nas aprendizagens escolares, a educação da atenção e as atividades de estudo, os processos de aprendizagem e os mecanismos e tipos de memória, as contribuições da neurociência, a organização do currículo, com Elvira Souza Lima.



sexta-feira, maio 06, 2016

sábado, março 12, 2016

FUNDAMENTOS DA EDUCAÇÃO INFANTIL - ELVIRA SOUZA LIMA, 2016


ELVIRA SOUZA LIMA
FUNDAMENTOS DA
EDUCAÇÃO INFANTIL

lançamento março 2016

EDITORA INTER ALIA 

ISBN: 978-85-65669-23-8
ISBN Livro digital (e-book): 978-85-65669-24-5



sábado, fevereiro 06, 2016

Elvira Souza Lima - MAIS MÚSICA EM SUA VIDA, curso online - março a junho.

     

MAIS MÚSICA EM SUA VIDA  é um programa de desenvolvimento do cérebro musical.  A neurociência tem uma área de pesquisa sobre o impacto da música no cérebro, a importância da música na infância para o desenvolvimento da criança, o impacto que a música tem no cérebro do adulto e as incríveis reações que um cérebro acometido de doenças como Parkinson, Alzheimer apresenta ao escutar música

Sendo musicista e tendo sido professora de música de crianças,  percebo o quanto a música é importante na vida do ser humano e como é importante que as pessoas tenham acesso aos conhecimentos que a neurociência nos proporciona sobre o bem que a música pode trazer para nossa vida no dia a dia.

Pensei, então, em propor este programa que une teoria com a experiência musical  para melhor cuidarmos de nossa infância, em casa e na escola, mas também para cuidarmos melhor da vida dos jovens e dos adultos.

Música faz muita diferença e é isto que pretendo trazer neste programa.”

         Elvira  Souza Lima


MAIS MÚSICA EM SUA VIDA:

#  propõe um módulo de percepção musical com atividades rítmicas e sonoras para crianças de modo geral e para as  crianças na escola, de bebês até os 10 anos.Para este módulo cada participante receberá o CD  CANTIGAS BRASILEIRAS, da série EU CANTO, EU ME ENCANTO.

# tem um componente de Introdução à História da Música para ampliar o conhecimento geral sobre música, instrumentos, compositores, instrumentistas e cantores.

# apresentará um currículo musical semanal para desenvolver seu cérebro musical com indicações dos links na internet.

# apresentará um mini-curso “Música e cérebro: viver melhor com música”sobre cérebro e música, trazendo as pesquisas da neurociência sobre o tema.


MAIS MÚSICA  EM SUA VIDA inicia em março e tem duração de 4 meses. Algumas informações seguem abaixo:

1. Cada participante receberá o CD  CANTIGAS BRASILEIRAS, da série EU CANTO, EU ME ENCANTO. Receberá, também, o PDF do livreto que acompanha o CD e o texto Cérebro Musical.

2. Todas  as músicas estão no Youtube. Alguns textos serão disponibilizados para os participantes via web. Não há nenhum custo extra.

3. Os participantes poderão usufruir de todas as atividades propostas e terão um espaço quinzenal  de diálogo pela web com a Dra. Elvira Souza Lima.

4. O programa de aperfeiçoamento musical tem a duração de 160 horas no período de 1 de março a 30 de junho.

4. Será fornecido certificado de participação do CEPAOS, porém a aceitação do certificado depende de cada organização em particular.

5. Ao fazer a inscrição o participante fornecerá seus dados de endereço de email e de residência.

6. O custo total é de 120 reais a ser depositado na conta do CEPAOS no Banco Bradesco.

CEPAOS Centro de Estudos e Pesquisas Armando de Oliveira Souza
CNPJ: 00.129.431/0001-52
Banco Bradesco
Agência: 0548-7
Conta: 0116170 – 9

7.  Confirme seu depósito pelo endereço abaixo. O valor da inscrição não é reembolsável.


contato: nossocerebromusical@gmail.com




Juliana Lima Dehne, 
   Fábio Tagliaferri, 
   Daniel Nakamura

direção musical: Lívio Tragtenberg
   
A coleção EU CANTO, EU ME ENCANTO, idealizada por ELVIRA SOUZA LIMA, foi organizada para formar e desenvolver estruturas musicais no cérebro das crianças e dos adultos e para o desenvolvimento da sensibilidade musical no dia a dia da escola e na vida de todos.

    
      livros@editorainteralia.com

sexta-feira, janeiro 22, 2016

curso online - Elvira Souza Lima : As contribuições da Neurociência e da Antropologia para o Currículo no Ensino Fundamental (março a junho)

O conceito de currículo, incorporando o desenvolvimento humano,  amplia-se para integrar conhecimento e método. Para tanto há a necessidade de se lidar simultaneamente com conteúdo, método, os contextos culturais na escola, o cérebro de quem aprende e o cérebro de quem ensina. Assim, podemos nos valer dos conhecimentos da Neurociência e da Antropologia da Educação para aprimorar os conhecimentos da Pedagogia e adequá-los ao momento atual da educação escolar.

 Algumas questões desafiadoras da educação hoje são estudadas pela Antropologia aplicada à Educação há décadas, principalmente em pesquisas e estudos em sala de aula. A contribuição da Antropologia é ampla, pois comportamentos de indisciplina, atenção e desatenção, escuta, motivação, resiliência, responsabilidade e persistência dependem, todos, de fatores culturais.

 Como contemplar estas dimensões importantes da aprendizagem na escola?

 Pelo CURRÍCULO. O currículo, como esclarece a Antropologia e confirma a Neurociência, precisa incluir o conteúdo, o desenvolvimento das funções que permitem ao ser humano aprender conhecimento formal, as atividades de estudo e os valores atribuídos à apropriação e utilização dos conhecimentos aprendidos na escola.

 Neste curso trataremos de questões centrais para garantir que todos os alunos aprendam, situando-as em relação e como parte do currículo:

#INTERDISCIPLINARIDADE DO CÉREBRO –  as pesquisas da Neurociência apontam para um cérebro que funciona integradamente, ou seja, conceitos aprendidos em uma área do conhecimento são utilizados em outras, áreas do cérebro que são desenvolvidas ao estudar uma disciplina afetam diretamente a aprendizagem e o pensamento em outras áreas. Vamos ver como tratar esta questão refletindo sobre os conteúdos de base do currículo e as possibilidades de interdisciplinaridade que são desenvolvidas especificamente pela pedagogia.

# ATENÇÃO - Formar comportamentos de atenção, um desafio para o professor em época de grande presença da tecnologia no dia a dia dos alunos. A formação destes comportamentos deve constituir parte do currículo e neste aspecto particular a Antropologia da Educação e a Neurociência têm uma contribuição importante a dar à pedagogia. Formar comportamentos de escuta ao que diz o outro, professores e colegas, de tolerância e prevenir situações de intimidação (bullying) são alguns do tópicos abordados.

# ATUAR EM COLETIVOS - Trabalhar em equipe e dialogar são comportamentos muito valorizados no mundo de trabalho de hoje e fazem parte do sucesso do processo de escolarização. Para levar os alunos a desenvolverem estas capacidades, o currículo precisa incluir áreas do conhecimento e metodologias. A formação de um coletivo de aprendizes em sala de aula e  no espaço escolar  tem sido uma constante das pesquisas em Antropologia da Educação. Além disto a Neurociência nos ajuda a compreender os mecanismos do funcionamento cerebral relacionadas aos comportamentos e interação sociais, destacando a participação do sistema límbico, que é área do cérebro responsável por nossas emoções, afetos e empatia.

# TEMPO E ESPAÇO - Aprender os conhecimentos formais acontece em função do tempo biológico da espécie e do período de desenvolvimento em que se encontra o aluno. Que tempo atribuir a cada componente do currículo, em quantos dias letivos, em que periodicidade deve ser feita a evocação, serão alguns dos tópicos abordados no curso. Tão importante quanto o tempo, são os espaços: compreender a aprendizagem em sala de aula, fora da sala de aula em outros espaços da escola, os espaços da comunidade e da cidade e, finalmente, os espaços virtuais, são importantes para o trabalho pedagógico. Aqui novamente a Antropologia e a Neurociência aplicadas à Educação têm um importante contribuição a dar.

#TODOS PODEM APRENDER – porém para que todos aprendam há que se desenvolver uma pedagogia diversificada. Como incluir este aspecto no currículo é um tema interessante e complexo, podendo-se encontrar dentro da própria pedagogia procedimentos e propostas que por vezes não são valorizadas , mas que dão conta de formar o aluno. A Neurociência pode colaborar para compreender e justificar muitas práticas que o professor realiza,  práticas de comprovada eficiência, mas que  muitas vezes não são valorizadas até mesmo dentro da própria escola.

 O curso abrangerá as idade de 6 a 14 anos, período regular contemplado no Ensino Fundamental, porém acrescida das idades mais avançadas de alunos retidos, chegando aos 16/18 anos e, também, a inclusão de alunos que apresentem diversidade biológica.

ELVIRA SOUZA LIMA



O curso As contribuições da Neurociência e da Antropologia para o Currículo no Ensino Fundamental, proposto pelo CEPAOS  tem a seguinte estrutura:


1. O conteúdo referência do curso está no livro Neurociência e Currículo, que cada participante receberá em casa, pelo correio. Outros materiais serão liberados para baixar na internet e os vídeos, documentários e filmes que serão utilizados estão disponíveis no  Youtube.  Não há custo para os materiais do curso.

2. Os participantes terão durante os meses de março a junho a possibilidade de participação em grupos de trabalho que serão realizados online, por grupo fechado no Facebook. Os grupos serão de no máximo 20 pessoas. Cada grupo será administrado por uma pessoa da equipe e por Elvira Souza Lima diretamente.

3. O curso tem a duração de 140 horas, incluindo leitura dos textos e demais materiais.

4. Será fornecido certificado do CEPAOS, porém a aceitação do certificado depende de cada organização em particular.

5. Ao fazer a inscrição o participante fornecerá seus dados de endereço completo para envio do livro pelo correio, incluindo CEP, endereços de email e de Facebook.

6. O custo total é de 110 reais a ser depositado na conta do CEPAOS no Banco Bradesco.

CEPAOS Centro de Estudos e Pesquisas Armando de Oliveira Souza
CNPJ: 00.129.431/0001-52
Banco Bradesco
Agência: 0548-7
Conta: 0116170 – 9

7.  Confirme seu depósito pelo endereço abaixo. O valor da inscrição não é reembolsável.

cursoscepaos@gmail.com



segunda-feira, janeiro 04, 2016

FUNDAMENTOS PARA A EDUCAÇÃO INFANTIL Curso à distância


Curso à distância

FUNDAMENTOS PARA A EDUCAÇÃO INFANTIL

ELVIRA SOUZA LIMA


A concepção de infância e o sentido da educação infantil foram profundamente impactados pelas pesquisas sobre o cérebro acumuladas nas últimas décadas. A neurociência que lidera esta nova fronteira do conhecimento humano, a da fisiologia e funcionamento do cérebro, trouxe consigo a importância de duas áreas do conhecimento: a antropologia e as artes.

Este curso propõe apresentar e discutir alguns aspectos do quadro atual sobre o desenvolvimento humano no período da pequena infância. Para tanto, integra os conhecimentos sobre formação e maturação do cérebro e sobre a cultura e a experiência cultural da criança.

Os tópicos abordados são: a natureza biológica e cultural do desenvolvimento do cérebro, a função simbólica, o desenvolvimento da imaginação, as práticas culturais da infância, o movimento e sua estruturação nas brincadeiras infantis, a música e o desenho como formas expressão e fatores essenciais de desenvolvimento infantil.

O curso inclui o livro Fundamentos da Educação Infantil, enviado no início do curso a cada participante. O curso trará algumas informações sobre o funcionamento do cérebro do adulto, com o intuito de contribuir para o processo de aprendizagem dos conteúdos que serão abordados.




INSCRIÇÕES: 
cursoscepaos@gmail.com



sábado, janeiro 02, 2016

Fundamentos para a Educação Infantil - Curso Online 2016 com Elvira Souza Lima



"VIVER A INFÂNCIA" - Elvira Souza Lima
.....
CURSO -  FUNDAMENTOS  PARA  A EDUCAÇÃO  INFANTIL


O curso proposto pelo CEPAOS  tem a seguinte estrutura:


1. O conteúdo do curso está publicado em  um livro que cada participante receberá em casa, pelo correio. O livro contém os textos, atividades e referências de textos, vídeos, documentários e filmes, todos encontrados no Youtube.  Alguns materiais serão disponibilizados pela autora sem nenhum custo.

2. Os participantes terão durante os meses de fevereiro a maio a possibilidade de participação em grupos de trabalho que serão realizados online, por grupo fechado no Facebook. Os grupos serão de no máximo 20 pessoas. Cada grupo será administrado por uma pessoa da equipe e por Elvira Souza Lima diretamente.

3. O curso tem a duração de 120 horas, incluindo leitura dos textos e demais materiais.

4. Será fornecido certificado do CEPAOS, porém a aceitação do certificado depende de cada organização em particular.

5. Ao fazer a inscrição o participante fornecerá seus dados de endereço de email e de Facebook.

6. O custo total é de 100 reais a ser depositado na conta do CEPAOS no Banco Bradesco.

CEPAOS Centro de Estudos e Pesquisas Armando de Oliveira Souza
CNPJ: 00.129.431/0001-52
Banco Bradesco
Agência: 0548-7
Conta: 0116170 – 9

7.  Confirme seu depósito pelo endereço abaixo. O valor da inscrição não é reembolsável.

contato: cursoscepaos@gmail.com



segunda-feira, abril 20, 2015

Cérebro Musical e Cantigas Brasileiras - Panamby Magazine


clique na imagem para ampliar
ou clique com o botão direito do mouse 
para abrir em nova aba ou nova janela

ELVIRA SOUZA LIMA -
NOSSO CÉREBRO MUSICAL

PANAMBY  Magazine
http://www.panambymagazine.com.br


sexta-feira, abril 03, 2015

sábado, novembro 08, 2014

ELVIRA SOUZA LIMA - A TELA E O DESENVOLVIMENTO HUMANO : como a tecnologia e outros produtos culturais impactam o cérebro



A tela e o desenvolvimento humano 
Como a tecnologia e outros produtos culturais impactam o cérebro

por Elvira Souza Lima


Que impacto tem o computador e outros artefatos tecnológicos no desenvolvimento e na formação humana? São centenas as pesquisa sobre a interação homem e tecnologia. Uma temática muito pesquisada é a interação com os equipamentos tecnológicos com tela. A exposição à tela iluminada (TV, computador, celular, ipad, etc), segundo vários pesquisadores, pode impactar negativamente o desenvolvimento humano. Tanto é que a Associação Nacional de Pediatria dos Estados Unidos recomenda que crianças até dois anos não sejam expostas à tela.

Razão: a tela plana interfere no desenvolvimento da visão que acontece ao longo dos dois primeiros anos de vida. Um outro motivo: a limitação que o uso dos equipamentos tecnológicos acabam por acarretar no desenvolvimento da criança, pelo fato de que, frente à televisão ou computador, ela não realiza outras atividades básicas que garantem a formação de memórias a partir das experiências com os outros sentidos e dos movimentos do corpo no espaço. Além, naturalmente, de experiência com os objetos e pessoas do mundo real.

Há muito que pesquisar sobre o uso da tecnologia, porém é sempre bom lembrar que todo e qualquer equipamento tecnológico faz parte da cultura humana e que o cérebro se desenvolve em função da cultura. O desenvolvimento do cérebro é de natureza biológica e cultural. O cérebro se forma, se desenvolve e amadurece com base na genética da espécie e pelas experiências de vida de cada um.

leia o texto completo em CARTA NA ESCOLA / Carta Capital
http://www.cartanaescola.com.br/single/show/458


quarta-feira, julho 23, 2014

Contribuições da neurociência para a educação - no site Educar Para Crescer




No ar matéria da competente jornalista Iana Chan, com quem tive o prazer de conversar longamente, sobre cérebro, desenvolvimento humano e infância.

http://educarparacrescer.abril.com.br/aprendizagem/contribuicoes-neurociencia-educacao-791927.shtml

......................................

Não há receita para educar os filhos, mas a Ciência tem apontado caminhos para a difícil tarefa de fazer com que os pequenos tenham uma vida plena, saudável e bem-sucedida. Nas últimas décadas, o estudo do cérebro trouxe várias contribuições para o trabalho de pais e de professores.

Conhecer como funciona o cérebro não é pouca coisa. Esse órgão de 1,5 kg comanda nosso desenvolvimento físico, social, emocional, linguístico e cognitivo. Personalidade, emoção, linguagem, memória, pensamento… Está tudo lá. E a chamada neurociência já descobriu alguns mecanismos que contribuem para o desenvolvimento saudável do cérebro. "Ao revelar essa coreografia cerebral, a neurociência nos mostra a melhor forma de interferir", diz Elvira Souza Lima, pós-doutorada pela Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, e pesquisadora em desenvolvimento humano, com formação em Neurociência, Psicologia, Antropologia e Música.

Um desenvolvimento cerebral saudável, dizem os especialistas, precisa de estímulo e proteção. "As experiências no começo da vida formam a base para todo o desenvolvimento posterior", explica diretor do Centro para o Desenvolvimento Infantil de Harvard, nos Estados Unidos, Jack Shonkoff, que defende a importância da interação das crianças com a família e a proteção contra o chamado estresse tóxico. "Precisamos assegurar ambientes acolhedores, estáveis e estimulantes para as crianças", afirma .

Nota: as falas de Elvira Souza Lima foram coletadas durante o XVII Seminário de Educação Infantil, organizado pelo Centro de Estudos do Colégio Santa Maria, em São Paulo, enquanto as de Jack Shonkoff foram proferidas durante o Seminário Interativo pela Primeira Infância, na Câmara Municipal de São Paulo.